O administrador de condomínio tem direito a férias tais como os restantes moradores do edifício. Contudo, nos condomínios que dependem totalmente desta figura, esse período de descanso pode revelar alguns transtornos. É por essa razão que a situação deverá ser acautelada com a devida antecedência.

Assim sendo, o administrador deverá organizar as tarefas essenciais ao condomínio, de forma a cumpri-las nos prazos certos, não deixando nada pendente para esta época complicada. Por exemplo, as contas mensais como água, luz, elevadores entre outras, devem ser pagas de antemão.

Se existirem funcionários do condomínio, tais como jardineiro, porteiro ou empregada da limpeza, também as suas férias devem ser planeadas e encontrados profissionais que os substituam, caso seja necessário, garantindo a organização, limpeza e segurança do prédio.

No que diz respeito às questões administrativas e burocráticas, se a gestão do condomínio estiver organizada e em dia, não existe razão para deixar assuntos pendentes. Os recibos têm de estar entregues, as quotas cobradas e sem atrasos e as contas pagas e agendadas.

Quando existe alguma emergência ou reparação indispensável e urgente, é importante relembrar que, na ausência do administrador, legalmente, nada impede que outro condómino (s) tome a iniciativa de resolver o problema.

No entanto, existem soluções que, com a devida antecedência, o condomínio poderá adotar para que a falta do administrador não se faça sentir:

  • Administração coletiva: eleição de dois ou mais administradores. Neste caso, é possível repartir as tarefas de forma equilibrada e, com uma gestão sensata (ou seja, não vão os dois de férias ao mesmo tempo!) é possível evitar problemas;
  • Administrador suplente: o condomínio opta por nomear, além do administrador “principal”, um administrador suplente, de forma a precaver situações em que o administrador principal, por alguma razão de força maior, fique impedido de exercer o cargo (doença, férias, etc);

Se nenhuma das opções for adotada e não houver substituto designado, a administração do condomínio pode também recorrer ao apoio de uma solução de gestão online, onde os moradores podem aceder e verificar o estado da gestão ou comunicar qualquer tipo de ocorrência que achem relevante. Desta forma, o administrador, caso pretenda, está sempre ao corrente do que se passa no condomínio, através do recebimento de mensagens. À distância pode tentar resolver tudo o que achar pertinente.

A ter em conta

Para ter acesso ao artigo completo:
SUBSCREVA o Condomínio DECO+
ou
ENTRE na sua conta.